VISITE TAMBÉM

Rua Pedro Vicente, 625

Canindé - São Paulo SP

CEP 01109-010

(11) 3228-7208 / (11) 3315-9018

SINASEFE-SEÇÃO SÃO PAULO

DECLARAÇÃO PÚBLICA SOBRE CASO DE RACISMO ENVOLVENDO UM SERVIDOR DO IFSP

12.03.2018

 

 

Um professor de Turismo e Geografia do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), durante uma viagem para a região nordeste do país, declarou que “odeia pretos e pardos” no seu perfil pessoal do Facebook. 


Em pouco tempo, a publicação causou indignação nas redes sociais e grande repercussão. O texto foi apagado e, em seguida, o professor fez uma nova postagem intitulada "Esclarecimento e desculpas" onde afirma que não tinha essa intenção. 

 

As respectivas postagens que chegaram ao conhecimento da entidade e foram amplamente divulgadas nas redes e na imprensa, estão anexadas ao final desta nota, para consulta. 

 

O Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - Seção São Paulo (Sinasefe-SP), através de sua Coordenação Funcional, posiciona-se veementemente contra manifestações de ódio e todas as formas de racismo e discriminação correlatas. Manifestamos total apoio e solidariedade aos alunos, familiares e servidores do IFSP que se sentiram diretamente atingidos pela atitude do docente. 

 

O racismo é um crime inafiançável, inaceitável e indefensável. Declarações que incitam o ódio racial não podem ser toleradas, tampouco banalizadas, em uma sociedade democrática. 

 

Entre nossas discussões proferimos, ao mesmo tempo, horror ao racismo e precisamos admitir publicamente que o Brasil é um país racista e que a chamada "democracia racial" não existe. Tal contradição indica que nosso racismo é velado e, por isso, pulsante. No Brasil, a história de seus conflitos e problemas envolveu bem mais do que a formação de classes sociais distintas por sua condição material. As origens do nosso país são marcadas pela questão do racismo e, especificamente, pela exclusão dos negros. Neste contexto, o episódio envolvendo o professor do IFSP não é um caso isolado, e maior ainda a responsabilidade de entidades de classe, como o Sinasefe-SP, engajarem-se cotidianamente nessa luta.

 

Nos colocamos à disposição para somar esforços com demais entidades, movimentos e comunidade nas ações que serão encaminhadas, bem como encamparemos as medidas que forem debatidas nos fóruns da nossa entidade com a finalidade de ampliar a educação e o debate sobre a necessidade e importância de combater a reprodução de ideologias que resultam na violência e morte contra setores oprimidos.


São Paulo, 11 de março de 2018

Coordenação Funcional do Sinasefe-SP

 

 

 

 

 BAIXE AQUI ARQUIVO PARA IMPRESSÃO

 

Tags:

Please reload

Notícias em Destaque

Trabalhadores do IFSP constroem calendário com assembleias e mobilização para barrar o projeto Future-se e organizar a luta contra o Plano Mais Brasil

12.11.2019

Bolsonaro e Guedes querem destruir o Estado Brasileiro

07.11.2019

REFORMA ADMINISTRATIVA: SERVIÇO PÚBLICO NA MIRA DO GOVERNO BOLSONARO

04.11.2019

INFORME JURÍDICO

02.11.2019

CARAGUATATUBA | NINGUÉM SOLTA A MÃO DE NINGUÉM: CONDIÇÕES DE TRABALHO É ASSUNTO DE TODXS

31.10.2019

28 DE OUTUBRO: DIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS

28.10.2019

1/1
Please reload

VOLTAR AO TOPO