VISITE TAMBÉM

Rua Pedro Vicente, 625

Canindé - São Paulo SP

CEP 01109-010

(11) 3228-7208 / (11) 3315-9018

SINASEFE-SEÇÃO SÃO PAULO

Judiciário determina pagamento imediato da RSC em atraso

24.10.2017

Administração reconhece o direito, mas não paga os valores sob alegação de indisponibilidade orçamentária

 

 

 

Os servidores docentes dos Institutos Federais de Ensino tiveram reconhecido o direito de pagamento dos valores correspondentes à Retribuição por Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC) em nível III.

Contudo, tais parcelas, mesmo com o reconhecimento administrativo, não estão sendo pagas em razão da alegação de que não há disponibilidade orçamentária para adimplir os valores. Ocorre que, como já afirmado por diversos tribunais regionais federais, a quitação do crédito independe de liberação orçamentária por parte do MPOG e a Administração não poderia condicionar tal pagamento.

O advogado Valmir Floriano Vieira de Andrade, sócio de Wagner Advogados Associados, salienta que a recomendação que o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional – SINASEFE tem repassado aos interessados é que o tema deve ser levado a juízo imediatamente, em face do entendimento de que tendo transcorrido lapso temporal suficiente para adoção das medidas necessárias ao pagamento administrativo dos valores devidos, não é razoável, nem aceitável, que os servidores tenham que aguardar indefinidamente a percepção dos valores a que fazem jus.

As ações ajuizadas em diversos locais do país tem sido julgadas procedentes, já tendo havido inúmeros pagamentos.

Fonte: Wagner Advogados Associados.

Tags:

Please reload

Notícias em Destaque

PORTARIA 3884/2019 | COMUNICADO CONJUNTO CPPD / CISTA / SINASEFE-SP / Membros do CONSUP

19.11.2019

EM DEFESA DAS 30 HORAS

17.11.2019

Trabalhadores do IFSP constroem calendário com assembleias e mobilização para barrar o projeto Future-se e organizar a luta contra o Plano Mais Brasil

12.11.2019

Bolsonaro e Guedes querem destruir o Estado Brasileiro

07.11.2019

REFORMA ADMINISTRATIVA: SERVIÇO PÚBLICO NA MIRA DO GOVERNO BOLSONARO

04.11.2019

INFORME JURÍDICO

02.11.2019

1/1
Please reload

VOLTAR AO TOPO