VISITE TAMBÉM

Rua Pedro Vicente, 625

Canindé - São Paulo SP

CEP 01109-010

(11) 3228-7208 / (11) 3315-9018

SINASEFE-SEÇÃO SÃO PAULO

SINASEFE NACIONAL

O Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - SINASEFE surgiu a partir da  Federação Nacional das Associações de Servidores das Escolas Federais de 1º e 2º graus – FENASEFE, no Encontro Nacional das Associações de Servidores das Escolas Federais de 1° e 2° graus, ocorrido na Cidade de Salvador-BA, no dia 11 de novembro de 1988, logo após a aprovação da constituição federal "cidadã" de 1988, que consolidou o direito constitucional de sindicalização aos Servidores Públicos.

Dez anos depois, no Congresso Nacional da categoria, em 11 de novembro de 1998, na cidade de Manaus-AM, a entidade dá um grande passo, oportunizando a sindicalização de todos os trabalhadores e trabalhadoras da Rede Federal de Ensino, lotados nas Instituições de 1º e 2º graus da Educação Básica e passando a se chamar Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional. Neste momento a entidade foi além da sua representação anterior, apenas na área tecnológica e se ampliando enquanto entidade organizativa de todos os trabalhadores da Rede Federal da Educação Básica, Profissional, Científica e Tecnológica. Mudança esta que se manteve e vem ampliando a entidade até os dias de hoje.

PELO QUE LUTAMOS NO SINASEFE

O SINASEFE tem como princípio fundamental a defesa dos interesses da categoria que representa e a luta em defesa da educação pública de qualidade, gratuita e laica, com referência social e em consonância com os interesses da classe trabalhadora. Missão indissociável da liberdade de pensamento como direito inalienável do cidadão e que tem como compromissos desenvolver, organizar e apoiar, nos aspectos políticos, educacionais, econômicos, sociais e culturais, todas as ações que visem às conquistas de melhores condições na educação, de vida e de trabalho para toda a Classe Trabalhadora.

NOSSAS BANDEIRAS E CONQUISTAS

  • Educação Pública, Gratuita, Laica, com Referência Social;

  • Por uma Sociedade sem explorados;

  • Democratização das Instituições Federais de Ensino;

  • Redução da Jornada de Trabalho, sem redução salarial;

  • Reajuste Linear e constante da remuneração não permitindo a redução salarial a partir da corrosão inflacionária;

  • Por uma Carreira Única dos Trabalhadores(as) em Educação;

  • Paridade entre ativos e aposentados;

  • Contra todo tipo de discriminação ou intolerância racial, homofóbica ou de gênero;

  • Autonomia dos Trabalhadores(as) frente ao Estado.

Enfim, o que o SINASEFE tem de mais importante na sua trajetória e na sua própria organização de trabalhadores(as) está no fato de ser um Sindicato Nacional que não divide estes trabalhadores(as) no seu local de trabalho, organizando a Docentes e Técnico-Administrativos, em uma mesma categoria, mantendo as especificidades de cada um, mas sem perder a necessidade da unidade que a Classe Trabalhadora deve construir na luta contra os governos e patrões.

1. INTRODUÇÃO

A História do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnologia – Seção Sindical São Paulo - SINASEFE-SP será abordada nos seus aspectos factuais ressaltando as diretorias eleitas, abrangendo o início da década de 1980 com criação da ASSETEFESP em 1982 e a fundação do SINASEFE/SP/CB em 1990. Alguns detalhes referentes às Atas das Assembleias também serão apresentadas num segundo momento, no sentido de entendermos as demandas do período e os encaminhamentos efetuados.

As relações da ASSETEFESP e do SINASEFE/SP/CB na conjuntura histórica do momento envolvendo inclusive a história da então Escola Técnica Federal de São Paulo (e suas futuras denominações como CEFET-SP em 1999 e IFSP em 2007) terão que ser analisadas para possibilitar a compreensão do processo que respalda tanto a construção histórica e política do sindicato quanto da instituição educacional a Escola Técnica Federal de São Paulo e suas futuras denominações.

2. A CRIAÇÃO DA ASSETEFESP EM 08/02/1982

Segundo o Professor Valdir de Oliveira “todas as atividades profissionais desenvolvidas pelo ser humano na indústria, comércio, ensino, serviço público, devem ser sempre amparadas por uma infraestrutura que proporcione a comandantes e comandados uma segurança que garanta às pessoas ligadas a essas atividades a certeza de que haverá sempre a possibilidade de serem evitados problemas que possam prejudicar a ambos os lados. Assim sendo, há necessidade de se implantar um sistema seguro que garanta tranquilidade a empregado e empregador”.

Foi com esses pressupostos que o saudoso professor Valdir (sempre atuante no SINASEFE-SP e falecido em agosto de 2015), aluno da Escola de Aprendizes Artífices de São Paulo e Escola Técnica de São Paulo (primeiras denominações do IFSP substituídas depois por Escola Técnica Federal de São Paulo, CEFET-SP e finalmente IFSP), docente de disciplinas técnicas e participante de todo o processo de criação da ASSETEFESP (1982) e posteriormente o SINASEFE/SP/CB (1990) justifica a necessidade de se implantar uma “Associação ou Seção Sindical que pudesse orientar os servidores, defendê-los das arbitrariedades a que estão expostos como: perseguição de superiores, assédio moral, assédio sexual, etc.”. A partir dessas necessidades, um grupo de servidores decidiu fundar uma Seção Sindical dentro da então Escola Técnica Federal de São Paulo (ETFSP) com a denominação de ASSETEFESP (Associação dos Servidores da Escola Técnica Federal de São Paulo). É necessário frisar que a Escola Técnica Federal de São Paulo criada em 1965 como substituição das oficinas (ou seções de ofícios) da Escola de Aprendizes e Artífices de São Paulo e suplantando o Ensino Industrial da década de 1950 da Escola Técnica de São Paulo, representava no início da década de 1980 uma bem sucedida escola formadora de técnicos para as multinacionais estabelecidas no país com a ditadura civil-militar dentro de um padrão produtivo taylorista-fordista.

Foi elaborado um Regimento Interno e realizada a eleição da Diretoria. A primeira Reunião e respectiva Ata ocorreu em 08.02.1982, as 10h, sendo que a diretoria era composta pelos servidores:

Presidente: Prof. Aldo Ivo de Vincenzo, Vice-Presidente: Prof. Manoel Alonso, 1ª Secretária: Técnica Adm.ª Marina Conceição Moraes, 2ª Secretária: Prof.ª  Eliamar Campos, 1° Tesoureiro: Prof. Paulo Fernandes, 2º Tesoureiro: Prof. Valdir de Oliveira, Diretor Jurídico: Prof. Cid Lopes, Diretor Social: Prof. José Augusto de Barros Munhoz, Diretor  de Relações Públicas: Prof. Norman Alonso, Diretor de Patrimônio: Prof. Nelson Nalin, Diretor de Engenharia e Arquitetura: Prof. Giuseppe D’Agostino, Diretor Administrativo: Prof. Cláudio de Abreu, Diretor de Obras: Prof. Oswaldo Tomazella.

A gestão da diretoria do período 1982 até 1984, portanto 2 anos. Em novembro de 1983 foi efetuada a eleição da diretoria que assumiria no início de 1984. A primeira reunião da citada diretoria se realizou em 07.02.1984 na 21ª reunião de diretoria. Essa diretoria eleita tinha como Presidente o Prof. Aurélio Waldir Néspoli. Os outros componentes eram: Vice-Presidente: Prof. Carlos Alberto dos Santos, 1ª Secretária: Prof.ª Selma Spinelli Rossi, 2ª Secretária: Prof.ª Sonia Yurico Ando, 1ª Tesoureira: Prof.ª Zilda M. S. Vieira Schmidt, Diretoras Administrativas: Técnicas Adm.ª Vanilda P. de Lima e Jurema M. Silva, Diretor de Patrimônio: Prof. Paulo Fernandes.

No dia 05.12.1985 foi eleita a diretoria que deveria dirigir os destinos da ASSETEFESP durante o biênio 1986-1987, composta pelos seguintes servidores: Presidente: Prof. Antonio Carlos Chalupe, Vice-Presidente: Prof.ª Maria Cristina Lippelt dos Santos, 1º Tesoureiro: Prof. Carlos Alberto M. de Melo, 2º Tesoureiro: Prof. Saulo Hernandes, 1ª Secretária: Prof. Maria Cristina Thomé, 2ª Secretária: Técnica Adm.ª Joana Darc.

No dia 06.01.1988 tomou posse a Diretoria eleita para o biênio 1988/1989, composta pelos seguintes servidores: Presidente: Prof. Pedro Celestino, Vice-Presidente: Prof. Eduardo de Melo Assenza, 1ª Tesoureira: Técnica Adm.ª Inez Teresa A. C. Garcia, 2º Tesoureiro: Prof. Odair Martins, 1ª Secretária: Técnica Adm.ª Nilze Drumstas, 2ª Secretária: Técnica Adm.ª Nilda Maria da Silva – Obs.: A diretoria acima citada atuou somente até o dia 09/06/1988.

No dia 16.06.1988 tomou posse a Diretoria composta pelos seguintes membros: Presidente: Prof. Antônio Carlos Chalupe, Vice Presidente: Técnica Adm.ª Fany Josefina dos Reis, 1º Tesoureiro: Prof. Saulo Hernandes, 2º Tesoureiro: Prof. Nelson Teixeira Bin, 1ª Secretária: Prof.ª Eliete Maria Pasqualin Rosner, 2ª Secretária: Técnica Adm.ª Carla Damasceno.

3. Criação do SINASEFE/SP/CB NO INÍCIO DOS ANOS 1990 REPRESENTANDO UM PROCESSO DEMOCRÁTICO PÓS CONSTITUIÇÃO DE 1988

No dia 10.05.1990 foi criado o Sindicato dos Servidores Federais de São Paulo e Cubatão - SINASEFE/SP/CB coexistindo simultaneamente com a ASSETEFESP. Em princípio o SINASEFE/SP/CB funcionou com uma Diretoria Provisória da qual faziam parte os seguintes servidores: Presidente: Técnico Adm. Enzo Basílio Roberto, Vice Presidente: Técnico Adm. Luiz Paulo Ribeiro de Andrade, 1º Secretário: Saulo Hernandes, 2º Secretário: Prof. Paulo Gonçalves. Em novembro de 1990 foi realizada no Campus São Paulo e Campus Cubatão a eleição da diretoria Executiva do SINASEFE/SP/CB, que teve o seguinte resultado: A chapa 01 foi vencedora e a duração do mandato era trienal: 1991, 1992 e 1993. Seus componentes eram os servidores: Presidente: Hélio Sales Rios, Secretário: Prof. Carlos Mac Dowell Figueiredo, Tesoureiro: Prof. Paulo José Gonçalves, Diretor Social: José Henrique Garcia.

Essa história terá sua continuidade a partir das futuras diretorias eleitas e das demandas expressas em suas Atas, compondo uma conjuntura que reflete a realidade do sindicato, da escola (Escola Técnica Federal de São Paulo, CEFFET-SP e IFSP) e do país nas décadas subsequentes.

Prof.ª Dra. Marcia D’Angelo – Historiadora.

SEçÃO SÃO PAULO

VOLTAR AO TOPO